O que é a Gestão do processo de projeto?

O que é a Gestão do processo de projeto?

Atualmente, a gestão do processo de projeto na construção civil tornou-se uma prática obrigatória.

Consequentemente as ferramentas digitais têm enorme potencial para criar condições muito favoráveis ao seu exercício com maior agilidade e precisão.

Pode-se afirmar que o advento da modelagem da informação da construção (BIM) trouxe mais recursos para potencializar a gestão do processo de projeto.

No que consiste a gestão do processo de projeto?

Qual é o seu papel na condução do processo de projeto no empreendimento de construção?

Fazem parte da gestão do processo de projeto as seguintes atividades:

  • estabelecer os objetivos e os parâmetros para o processo de projeto;
  • definir os escopos de projeto, segundo suas especialidades e etapas;
  • planejar os custos e as contratações necessárias ao processo de projeto;
  • planejar as etapas e estabelecer seus prazos de desenvolvimento, no todo e por especialidades de projeto;
  • controlar e adequar os prazos planejados para as diversas etapas e especialidades de projeto;
  • controlar os custos e os contratos de serviços de projeto e as consultorias a ele associadas;
  • garantir a qualidade das soluções técnicas adotadas nos projetos;
  • validar, ou fazer validar pelo cliente, conforme o caso, as etapas de projeto e os produtos delas resultantes;
  • fomentar a colaboração e a comunicação entre os projetistas, coordenar as interfaces e garantir a compatibilidade entre as soluções das várias especialidades envolvidas no projeto;
  • integrar as soluções de projeto com as fases subsequentes do empreendimento, particularmente na interface com o planejamento, o orçamento e a execução das obras.

Qual o papel do empreendedor?

A gestão do processo de projeto é extremamente vinculada à iniciativa de um empreendedor, que será o agente definidor das estratégias e dos parâmetros que nortearão o projeto.

Como consequência ela é frequentemente exercida pelo próprio contratante de projetos, nas fases iniciais do projeto, ou pela sua equipe.

Seguirá as estruturas organizacionais definidas e de acordo com o porte e a complexidade do empreendimento de construção e poderá envolver mais de um profissional, passando sua incumbência, por vezes, de um gestor a outro, conforme evolui o projeto.

Esse é o caso da maior parte dos projetos de incorporação imobiliária, por exemplo, em que a coordenação das fases anteriores à legalização do empreendimento, com frequência, fica sob responsabilidade da equipe da incorporadora – passando, após a aprovação legal do projeto, às mãos de outra coordenação, ligada à construtora.

Em termos de escopo e de duração, a gestão do processo de projeto é mais extensa e abrangente do que a coordenação de projetos e a compatibilização.

Conclusão

A Gestão do processo de projetos é uma atividade fundamental. Ela é mais abrangente que a coordenação de projetos. Compreender o seu escopo e como tratá-lo dentro da sua organização é fundamental para os gestores e coordenadores de projetos.

Recomendo que você se aprofunde nesse tema e recomento o curso BIM e Inovação em Gestão de Projetos. Você pode conhecer o conteúdo desse curso do Prof. Leonardo Manzione clicando aqui.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *